WimBelemDon recebe visita inspiradora

A manhã de quinta foi de visita na sede do WimBelemDon. O casal Léo Azevedo e Betina Lorscheitter, de férias em Porto Alegre, dedicou sua manhã para conhecer o projeto e conversar com nossos educandos. 

Léo Azevedo é um dos mais conceituados técnicos brasileiros de tênis. Léo foi técnico dos brasileiros Thomaz Bellucci, Flávio Saretta, Orlando Luz e Ricardo Melo no circuito mundial e o responsável pelo tênis brasileiro na Olimpíada de Pequim, em 2008. Além disso, trabalhou durante oito anos como treinador na USTA (Federação Americana de Tênis), fez parte da equipe da academia de tênis do espanhol Juan Carlos Ferrero (ex número 1 do mundo) e, recentemente, estava à frente do projeto de renovação montado pela Federação Britânica, na Escócia. De volta ao Brasil ele está assumindo como head coach da academia IT, um dos cinco centros parceiros de treinamento da RTB (Rede Tênis Brasil).

Betina Lorscheitter é gaúcha, natural de Porto Alegre, e atleta de natação pelo Corinthians (SP). Nas piscinas, é medalhista nas principais competições do Brasil como Troféu Brasil, Troféu José Finkel e Torneio Open. Nas águas abertas, fez parte da seleção brasileira nos Campeonatos Mundiais de Kazan-2015 e Budapeste-2017, além de ser tricampeã do Campeonato Brasileiro. Em abril deste ano, Betina atingiu o índice olímpico para os 1500m livres, mas acabou ficando de fora da equipe que foi a Tóquio (eram duas vagas e o tempo conseguido foi o terceiro melhor).

A visita teve diversos momentos. Na chegada foram recepcionados pelos fundadores do WimBelemDon, Marcelo Ruschel e Luciane Barcelos, que apresentaram o projeto e sua história. Depois, os dois participaram de um animado bate-papo com os educandos presentes. Em quase uma hora de conversa, ambos contaram um pouco sobre suas trajetórias no esporte e responderam perguntas de educandos e colaboradores. Mesmo com carreiras distintas em diferentes esportes (Léo como treinador e Betina como atleta), ambos identificaram pontos em comuns nas suas trajetórias: é preciso amar aquilo que se faz, abrir mão de momentos com familiares e amigos e se dedicar ao máximo para atingir os objetivos propostos. E ambos também concordam que vale a pena. Ainda durante a conversa eles foram instigados a escolherem um atributo (dentre aqueles trabalhados no WimBelemDon) que considerassem marcantes nas suas vidas. Betina escolheu a GRATIDÃO que ela tem até mesmo por alguns momentos ruins, mas que a levaram a tomar decisões que a colocaram no rumo certo. E Léo escolheu o AMOR pois, na sua visão, esse é o sentimento que movimenta e motiva as pessoas.

Para finalizar a visita, Léo foi convidado a fazer algumas dinâmicas em quadra. Com a destreza de mais de quinze anos de experiência, Léo rapidamente conquistou e motivou nossos educandos que participaram com muito empenho das atividades propostas. E até mesmo a Betina, que é um “peixe fora d’água” dentro da quadra, demonstrou habilidades com a raquete, fruto das aulas que está tendo com Léo, seu professor e parceiro de vida.

Só temos agradecimentos por essa visita especial e motivadora que tivemos hoje. Já estamos com saudades e torcendo pelo nosso próximo encontro.

Translate »